Muito mais do que pedimos ou pensamos

“Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos.”

 Atos 2: 46-47

Durante o último mês pude viver um pouco do que Lucas descreve em Atos dos Apóstolos sobre a comunhão dos cristãos na igreja primitiva. De 12/01 a 12/02 participei, com mais 43 jovens de todo o Brasil, do Projeto Campo Grande 2009. Um projeto missionário organizado pela Cruzada Estudantil e Profissional para Cristo, cujo objetivo era capacitar Líderes Espirituais e implantar o Movimento Estudantil Alfa e Ômega na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul.

Durante 32 dias moramos juntos, dividindo o espaço e a alegria de poder participar da obra da Deus. O grupo era formado por 10 missionários e 34 estudantes universitários, que decidiram investir suas férias para receber treinamento missionário e evangelizar em uma outra cidade.

Nossa programação era intensa, começando diariamente as 7h00 e terminando as 23h00. Na 1ª semana recebemos um treinamento de imersão, com conteúdos sobre Relacionamento com Deus, Vida Cristã Prática, Relacionamento Interpessoal (com cristãos e não-cristãos) e ministério. Ao todo foram 31 aulas, além de dinâmicas e simulados de situações práticas de evangelismo e discipulado. A partir da 2ª semana fomos para a Universidade, onde nos conectamos com cristãos e não cristãos, evangelizamos, discipulamos e plantamos a semente do Movimento.

Senti que Deus preparou com cuidado a minha participação no projeto, o treinamento foi importante para minha formação como missionária, e para os estudantes a convivência comigo, que trabalho evangelizando profissionais, foi enriquecedora. Pude falar sobre como Deus me chamou para o ministério e também sobre o funcionamento do Prioridade Associados. Muitos estudantes, que já trabalham ou estão próximos da formatura se interessaram e querem se envolver.

Também participei da estratégia de evangelização com música secular, sendo uma das vocalistas da Banda Subverso, que se apresentou no último dia no campus. Tive o privilégio de testemunhar sobre a obra de Deus na minha vida e conduzir o apelo, que resultou em 14 pessoas se entregando a Cristo.

Vimos o agir de Deus em cada detalhe, desde o levantamento da infra-estrutura, parceria com igrejas, apoio da reitoria da universidade, até o cuidado com nossa saúde e bem estar. Apesar de cansativo, o mês também teve muita diversão, pudemos passear, conhecer um pouco do Mato Grosso do Sul e fazer muitas amizades.

Ao final do projeto tivemos os seguintes resultados:

· 570 pessoas abordadas,

· 331 evangelizadas através do folheto das 4 Leis Espirituais,

· 122 pessoas oraram recebendo a Cristo,

· Dos novos convertidos, 20 passaram por processo de discipulado, que continuará sendo conduzido por cristãos que moram em Campo Grande,

· 32 cristãos desviados foram abordados sobre a vida cheia do Espírito Santo, sendo que 14 oraram pedindo para que Jesus voltasse ao centro de suas vidas,

· Jovens cristãos de Campo Grande foram treinados e se comprometeram a dar continuidade no trabalho,

· Movimento implantado na UFMS e em 2 faculdades particulares.

 A DEUS TODA A GLÓRIA!!!

There are no comments on this post

Leave a Reply